quarta-feira, 13 de setembro de 2017

,

Quando o crescimento faz mal

COMPARTILHE
Imagem relacionadaEm alguns casos ou esferas o tempo onde as coisas eram mais simples e até rústicas era o melhor tempo. Tempo de saúde e não de doenças. Tempo de pureza e não de deturpação. Tempo de Único e Claro Objetivo e não de objetivos confusos e forças divididas. Tempo de metas exclusivamente espirituais e não de camuflagens vis. Tempo do sofrimento da acusação, da perseguição e da dificuldade, mas tempos de ligação direta com o Autor e Consumador da Fé. 

Quantas igrejas quando começaram eram tão espirituais, possuindo estrutura extremamente limitada mas tendo a espiritualidade e a Verdade como as bandeiras visíveis... e que cresceram e se multiplicaram e mudaram o foco passando a atender seu próprio nome do que a exaltação de Deus através da coerência à Palavra???

O “avanço” estrutural não faz bem quando vem em parceria com o que é claramente errado, com o estupro da fé e da mente de pessoas sinceras e quando se colide com a Palavra de Deus.

Nessa terrível onda silenciosa muitos desgraçadamente se iludem... Vislumbrando crescimento por visões turvas, na verdade contemplam mero inchaço sem se aperceberem do caminho por onde andam..

Não são somente as instituições públicas que sofrem crise. Existem outras instituições padecendo a pior das crises. O CRISTIANISMO passa por GRAVES crises. As instituições evangélicas, mais exatamente

Ontem éramos a minoria. Hoje somos quase maioria.

Ontem vivianos em templos nos quintais. Hoje temos imensos prédios, catedrais de mármore, complexos estruturais e sedes que mais parecem estádios de tão enormes.

Ontem éramos mais espirituais e protestávamos contra a idolatria e romaria. Hoje estamos EXATAMENTE em pé de igualdade com Roma. Quem diria...

... As pregações parecem dar lugar a "auto ajuda" e a exata cópia de palestras motivacionais...

... A Bíblia é "lida" em versículos soltos... E chega-se a conclusões totalmente fora de contexto...

Não raramente eu sinto PROFUNDA ira no meu coração ao me deparar com tantos absurdos em Nome de Deus. Creio que o coração de muitos também.

Eis que já estamos no período de um Evangelho adaptado ao mundo e a instituições; cujo propósito serve pra tudo, menos pra Salvação. Ela (a Salvação) só é mencionada na maioria das vezes para manter pessoas presas a um sistema religioso confuso e até mesmo contraditório. Dita para justificar intenções como sendo "justas", "verdadeiras".

Paulo nos dá um esclarecimento sobre o objetivo do Evangelho:

"Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para SALVAÇÃO de todo aquele que crê." Romanos 1:16


Fico me perguntando o que Lutero escreveria, pregaria e faria se estivesse vivo hoje ao se deparar com tantos disparates...

Fico me perguntando o que o Senhor Jesus Cristo falaria e faria se passasse em nossos templos nos dias de hoje. Posso até imaginar o som das chicotadas do Senhor, mesas (púlpitos) se revirando, microfones queimando...

O absurdo, comércio e deturpação do Evangelho foi e continua sendo algo tão grave que foi a única coisa que O indignou a ponto D'Ele partir para uma reação extremamente áspera - mesmo tendo a mansidão em sua forma de viver, agir e pregar.

Isso deveria mexer mais com nossa compreensão sobre o conceito do VERDEIRO Evangelho.

Pedro chega a classificar os que alteram a Palavra de "FILHOS DA MALDIÇÃO". 2 Pedro 2:14


A coisa anda tão grave que aqueles que tem uma compreensão maior sobre as escrituras e não caem nos equívocos são tido de "maliciosos".

Não seriam maliciosos os que agem de má fé para com o povo de Deus usando Sua Palavra como argumento para alcance de objetivos nada espirituais???

Apesar dessa triste realidade... AINDA existem lugares sadios e homens santos, sinceros e verdadeiros. Em extinção. Mas EXISTEM.

E os absurdos que vemos e veremos nada mais é que o cumprimento das profecias e um sinal de que Jesus está às portas:

"E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós NEGÓCIO com palavras FINGIDAS; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita." 2 Pedro 2:1-3

Para o Geração Jovem,
Vinicius Brito - www.diantedoreino.org

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?