quarta-feira, 26 de julho de 2017

, ,

Veja o que alguns pastores fala acerca da Masturbação.

COMPARTILHE


Pastor Silas Malafaia faz as seguintes declarações:
 

A ausência de abordagens sobre masturbação nas igrejas evangélicas motivou o pastor Silas Malafaia, que é psicólogo, a escrever um artigo sobre o assunto.

Para o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, “abordar o tema masturbação à luz da Palavra de Deus não é algo simples”.

Segundo ele, o fato de “pastores, líderes e pais fugirem desta responsabilidade, não discutindo o assunto por medo, tabu ou falta de informação, o conflito na mente de muitos jovens persiste”.

Citando as passagens bíblicas de Gênesis 2:24 e 38:6-8; Romanos 6:12; 1 Coríntios 6:12; e 1 Tessalonicenses 4:3-5, Malafaia é enfático ao afirmar que a masturbação é pecado.

“O ato pelo qual alguém exercita sua sexualidade solitariamente, proporcionando a si mesmo o orgasmo, é uma prática contrária ao projeto de Deus para a vida do ser humano”, afirma o pastor, que complementa: “Além disso, alguém consegue masturbar-se sem imaginar um ato sexual, sem ter fantasias eróticas e sem deixar-se dominar pela lascívia ou pela luxúria? Após ceder à masturbação, a pessoa consegue ficar isenta da vergonha e da culpa?”.

O pastor estende a definição a outros casos: “Em suma, não apenas a masturbação, mas qualquer prática sexual sem o compromisso do casamento entre um homem e uma mulher está fora do projeto de Deus, é pecaminosa e traz consequências funestas para o ser humano”. informações Gospel Prime.

O Pastor Sérgio Pereira fala em seu blog:

A Bíblia não contém nenhum texto específico esclarecendo esse assunto, porém analisando o contexto sagrado entendemos ao pé da letra que a prática da masturbação é pecado e aquele que a pratica pode perder a sua salvação.
Faço a seguinte pergunta neste artigo: porque como cristão não posso masturbar-me? Respondo:
(1) porque a masturbação torna-se uma fuga da realidade da vida;
(2) porque a masturbação cria sentimentos de culpa e de inferioridade causando derrota espiritual;
(3) porque a masturbação torna-se um hábito ao ponto, de exercer controle sobre o individuo;
(4) porque a masturbação nos leva ao pecado de cobiça (Ex 20.17; Mt 5.28);
(5) porque a masturbação viola a consciência na área da liberdade cristã (Rom 14).
Para se ter vitória sobre a prática da masturbação, aconselho o leitor a esquecer-se de tudo o que você tenha feito no passado, a parar de fazer promessas a si mesmo, a Deus ou a seus pais, se estes o apanharem no ato; a lembrar-se de que você não é um(a) tarado(a), um impuro e muito menos um maníaco pelo fato de ter-se masturbado; desfaça-se de tudo que leve você a essa prática como: revistas pornográficas, filmes eróticos, sites da internet, etc.; procure não ficar desocupado, passe mais tempo lendo a Bíblia e leia bons livros, lembrando-se de que “mente desocupada é oficina do diabo”. Se cair na prática, confesse a si mesmo e a Deus, esqueça o acontecido e siga em frente.
Deus não quer que você fique fazendo promessas de parar. Não é desejo dele que você lute sozinho nessa batalha. Ao invés de sentir-se envergonhado e culpado, levante a cabeça e diga a si mesmo: “está certo, errei, mas vou prosseguir, vou conseguir superar isso, não estou amarrado, vou lutar até me libertar completamente”. Com oração e um pouco de esforço o hábito de se masturbar será substituído por outras práticas edificantes. Deus entende o problema e sabe por que você o pratica. Não se condene mais. Levante a cabeça e tenha fé no seu Deus.

Ore a Deus e busque refúgio em seu braços Ele é fiel.
Deixe seu comentário!

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?