quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

O "evangelho" do grito, do medo, da ameaça e da confusão

Resultado de imagem para falso evangelhoÉ impressionante como as pessoas (muitas até bem intencionadas) usam das redes sociais para compartilhar a todo instante mensagens ditas “cristãs”. São conteúdos que geralmente começam bem e sorrateiramente se enveredam (no intuito de alcançarem maior propagação), a entonações estranhas como: “quem não compartilhar tal coisa será amaldiçoado com a quebra do pé”; “mande essa mensagem rapidamente para sete amigos e seja livre de um acidente de carro” - algo muito semelhante ou pior que isso. Definitivamente não vale nem a pena dar outros exemplos!

Precisamos parar pra entender o significado, a essência do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.

Em tempos de propagação de redes sociais e numa era da comunicação instantânea, é quase impossível evitar o recebimento de mensagens como essas. Mas é possível evitar compartilhar! Elas jamais deveriam ser replicadas ou repassadas pelo simples fato de emitir tom de ameaça e de desgraça velada sobre a vida dos outros, o que foge totalmente da essência da fé inteligente ensinada por Jesus.

“Que Deus é esse?” – é inevitavelmente o questionamento de muitos que recebem conteúdos tão mal elaborados e irresponsáveis. Outros tantos, com os “cabelos da alma” arrepiados, logo tratam de espalhar aquilo com o terrível medo de que algo de mal aconteça.

É irresponsável e até mesmo diabólico quando usamos das Santas Escrituras para dar uma espécie de “sustentação” (frágil, por sinal) a mensagens vazias criadas pra convencer os outros por meio do grito ou do medo.

Que possamos cada dia mais pedir ao Senhor discernimento, bom senso, testemunho e equilíbrio no trato e manejo de Sua Palavra. Só assim teremos sensibilidade espiritual para identificar quando uma mensagem é de Deus, quando ela APENAS tem cara de que é de Deus e quando ela é CLARAMENTE do diabo.

Não precisa agir mal com quem envia, afinal precisamos dar bom testemunho e respeitar o semelhante. Mas podemos evitar propagar coisas “espiritualmente estranhas”.

Vamos usar a fé inteligente. A fé prática. A fé que pensa.

Se puder, faça esta mensagem chegar a outros. Mas GARANTIMOS que nada irá acontecer de mal com você caso (utilizando do seu livre arbítrio) opte por não fazê-lo.


Para o Geração Jovem,
Vinícius Brito - www.diantedoreino.org

SOBRE O AUTOR

Diante do Reino

Colunista & Editor

Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido [...]" 1 Pedro 2:9a.

Postar um comentário

 
Geração Jovem - Site Oficial © 2016 - Vamos Mudar o Mundo. Todos os direitos Reservados - Fornecido por CC
PageRank