quinta-feira, 3 de novembro de 2016

, ,

3 verdades sobre Jesus.

COMPARTILHE
Já está mais que comprovado que Jesus é o filho de Deus que veio a terra e morreu em morte de cruz para garantir a humanidade vida eterna. Nesse post quero trazer evidências bíblicas e históricas sobre a morte e ressurreição do homem de Nazaré.
Ehrman não é cristão e enfatizou, que é incontestável o fato de Jesus ser um homem da história.
O historiador judeu Flávio Josefo viveu na época de Jesus Cristo e em sua obra “Antiguidades Judaicas“, mais precisamente no capítulo terceiro do volume XVIII diz: Entretanto existia, naquele tempo, um certo Jesus, homem sábio… Era fazedor de milagres… Ensinava de tal maneira que os homens o escutavam com prazer… Era o Cristo, e quando Pilatos o condenou a ser crucificado, esses que o amavam não o abandonaram e ele lhes apareceu no terceiro dia.

1 – Jesus morreu.
- Lucas registrou no seu evangelho a morte e o sepultamento de Jesus Cristo (Lucas 23.46 – Lucas 23.53)
- John A.T Robinson fala acerca do corpo de Cristo: “um dos fatos mais bem confirmado que temos sobre Jesus histórico”.
- Os romanos eram especialistas em crucificação e os soldados, eram encarregados delas sob pena de morte para garanti que a ultima morresse na cruz.
- Um artigo do Jornal da Associação Médica Americana confirma com certeza a morte de Jesus.

A morte de Jesus teve propósito de nos da vida: O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. (João 10:10) A bíblia fala que estávamos mortos, “E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados.”(Efésios 2:1)
A morte de Jesus colocou um fim na separação entre Deus e o homem. “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.”( Romanos 3:23,24)
“E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação.” (Romanos 5:11)
Cristo morreu na cruz para vivermos para Ele: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gálatas 2:20)


2- Jesus ressuscitou
Lucas registra no seu evangelho a ressurreição de Jesus (Lucas 24.1-6)
A evidência histórica mais forte da ressurreição é o testemunho de testemunhas oculares, os discípulos e mais de quinhentas outras testemunhas, que mais tarde incluiriam o apóstolo Paulo.
Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras. E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze. Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também. Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos. E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo. (1 Coríntios 15:3-8)
A transformação nesses primeiros discípulos foi tão grande que até mesmo estudiosos céticos do  Novo Testamento reconhecem que eles realmente acreditavam que haviam encontrado Cristo ressuscitado.
Uma das características mais marcante do relato das testemunhas oculares da ressurreição de Jesus, como afirmado anteriormente, é que as primeiras eram mulheres. A igreja primitiva nunca teria inventado isso porque, naquele tempo, o testemunho das mulheres não era considerado válido ou admissível como prova.
Tanto a bíblia como a história prova a veracidade da morte e ressurreição de Jesus, historiadores cristãos e não cristãos confirmam o que está registrado na bíblia. Historiadores como o romano Tácito, escreveu sobre a perseguição dos cristãos sob Nero e faz referência à crucificação de Jesus, Plínio governador da Bítinia, falou da vida e da divindade de Jesus, Júlio Africano cita Talo, historiador do primeiro século, o qual escreveu sobre a escuridão que ocorreu no momento da crucificação.
Embora tenha surgido muita gente tentando plantar dúvidas na cabeça das pessoas em relação a Jesus, temos a certeza que ele veio ao mundo, que morreu e ressuscitou ao terceiro dia. Rice Broocks escreveu: Não só ele foi sepultado, como também sua sepultura estava vazia após três dias. 
Gloria a Deus por isso, a ressurreição de Jesus significa que Ele é o filho de Deus, que suas palavras são verdadeiras, que nossos pecados estão perdoados, que Deus de fato existe e que nos leva a última verdade desse post.


3- Jesus vai voltar 
A volta de Jesus é uma promessa gloriosa para todos aqueles que têm permanecido fiel a Ele, em meio a um século cheio de violência e pecado.
Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. João 14:1-3
Podemos crer e esperar nessa promessa porque Ele sempre foi fiel e continuará sendo, portanto aguarde todo o dia a volta do Rei, porque não sabemos nem o dia nem a hora que Ele vem, é por isso que devemos está pronto quando as trombetas tocar.

Fiquem com Deus e até a próxima.
Por Rinaldo Ribeiro
Geração Jovem
Fonte: Deus não está morto.

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?