quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Assembleia de Deus não é mais a mesma, diz José Wellington.

Durante uma reunião com obreiros da Convenção Fraternal das Assembleias de Deus no Estado de São Paulo (CONFRADESP) o pastor José Wellington Bezerra da Costa criticou a inclusão de usos e costumes que não fazem parte da doutrina da Assembleia de Deus.
“Nós estamos, paulatinamente, imitando e aceitando os costumes dos samaritanos”, disse ele. José Wellington lembrou a criação da Assembleia de Deus que é uma igreja avivada, não por mãos de homens, mas pelo Espírito Santo.
“Estamos caminhando para uma igualdade, já existe muitas coisas do costume dos samaritanos que nós já estamos aceitando. Há muita coisa entre nós que não é da Assembleia de Deus”, disse o líder.
José Wellington citou que essas influências estão deixando os cultos mais frios, sem a presença do Espírito Santo que cura e liberta as pessoas.
O presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) também falou sobre as igrejas que não tocam mais hinos da harpa para tocar aqueles que fazem as pessoas baterem palma.
“Os samaritanos trouxeram alguns corinhos e muita ‘bateção’ de palma,  alguns conjuntos que começam o culto para animar… irmãos, culto não é programa de auditório”, disse.
Mulheres com cabelos curtos, enfeites de jóias, homens com cavanhaque, grupos de dança nas igrejas e outras coisas foram criticados por José Wellington que afirmou que a “Assembleia de Deus já não é mais a mesma”. Com informações Gospel Prime

SOBRE O AUTOR

Rinaldo Ribeiro

Colunista & Editor

Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido [...]" 1 Pedro 2:9a.

1 comentários:

  1. Concordo que a AD não é mais a mesma!! Há muito tempo! Não só por estar absorvendo costumes estranhos, mas também pela politicagem! Foram os próprios líderes que fizeram dos pregadores e cantores evangélicos antigos os artistas de agora: pagam os cachês, hoteis carissimos e vendem seus produtos. A AD e demais denominações deixaram de ser igrejas, quando se tornaram empresas, grandes instituições. Quando seus líderes deixaram de pastorear para gerenciar grandes negócios em nome de Deus. Quando cederam os pulpitos das suas igrejas para propaganda política, induzindo o povo a votar em pessoas que na maioria das vezes nem se declaram cristãos, com vida e atitudes duvidosas. Foi a partir daí que que começamos a perder... e muito!!!!

    ResponderExcluir

 
Geração Jovem - Site Oficial © 2017 - Vamos Mudar o Mundo. Todos os direitos Reservados - Fornecido por CC
PageRank