terça-feira, 19 de abril de 2016

, ,

Musicalizando 'Sublime.'

COMPARTILHE
Quem ainda não escutou essa canção não sabe o que está perdendo, além de ter uma das maiores interpretações e na voz de um dos maiores cantores gospel da atualidade, a composição da canção é de emocionar e fazer o ouvinte pensar no céu e imaginar como será o céu, mesmo sem nunca ter pisado lá.




Leonardo Gonçalves nasceu em Pernambuco, na cidade de Palmares, em 1979. Com dois anos de idade, mudou-se do Brasil para a Alemanha, país onde morou até a adolescência. Segundo o músico, desde pequeno teve interesse por linguística, sendo formado em Letras na Universidade Estadual de Campinas. Sobre sua trajetória escolar, o músico disse, em entrevista a Veja: "Eu sempre fui o menino nerd da turma. Tirava boas notas e apanhava dos outros garotos na escola, pelo menos duas vezes na semana (risos). Vivia lendo e não tinha amigos. Era muito pequeno, estrangeiro... foi uma série de coisas que ajudou a definir quem eu sou, minha personalidade".


Leonardo Gonçalves se casou em 2009 com a cantora e compositora Daniela Araújo. Os dois se conheceram na gravação do álbum Deus de Promessas Ao Vivo da banda Toque no Altar, quando os dois participavam de um coral no show.Dentre o período em que se casaram, fizeram várias colaborações em conjunto. Acerca da personalidade de Daniela, ele disse: "Ela é extremamente competente em áreas em que tenho dificuldade e vice-versa. Infelizmente nem sempre podemos aproveitar o melhor um do outro, porque o meu trabalho me consome muito e o trabalho dela também consome muito a ela". Em 2015, o casal se separou, gerando certa polêmica em notícias da imprensa. Leonardo, mais tarde, disse que "sou uma pessoa muito reservada, não falo da vida particular". 

O musicalizando de hoje escolhe uma das maiores canções do Álbum "Principio e  Fim", e que tem ganhado muito destaque, por sua letra suave e de esperança e interpretação do cantor pernambucano que tem impressionado o Brasil com seu talento.


Sublime

Carros pela cidade / Correndo contra o tempo / Distantes no vazio/ Atormentados pelos males/ De uma era turbulenta e sem alívio

E eu anseio/ Pela noite ou pelo dia/ Dia sublime, tão sublime/ E na saudade por alguém que eu ainda não vi/ Me imagino correndo pra teus braços, ó Pai

Eu só quero a calmaria de um lugar/ Que sopra o vento da paz/ Guiando às águas tranquilas/ Sou estrangeiro e vou seguindo para o eterno lar/ Enquanto eu espero o momento em que vou te encontrar

Quando? Não sei/ Um dia, eu sei Estarei no meu lugar, no meu lugar tão sublime/ Jerusalém! Jerusalém!/ Jerusalém! Jerusalém!

Encontrei a calmaria do lugar/ Que sopra o vento da paz/ Bem junto às águas tranquilas/ Sou estrangeiro, mas compreendo que o eterno lar/ Começa no momento em que vivo para te encontrar

Hoje encontrei/ Em ti encontrei/ Encontrei o meu lugar, o meu lugar/ Encontrei o meu lugar, o meu lugar/ Encontrei o meu lugar tão sublime.

Por Rinaldo Ribeiro
Geração Jovem

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?