segunda-feira, 21 de março de 2016

Entrevista com Claudia Canção.

COMPARTILHE
Formada pelos irmãos Cláudia e Cláudio, a dupla Canção e Louvor é muito conhecida no meio pentecostal. São 22 anos de ministério, um chamado que nasceu quando Cláudia tinha apenas 5 anos e Cláudio, 4.
Eles começaram cantando apenas em igrejas na cidade de Moreno (PE), onde eles moravam, e com o passar do tempo foram conquistando a região Nordeste, Norte e todo o país.
Ao longo desses anos Cláudia Canção e Cláudio Louvor lançaram 6 CDs e um DVD e se preparam para o lançamento de um EP que terá canções inéditas, inclusive a faixa “Eu Creio em Ti” que já é sucesso no Facebook e Youtube.
Mesmo sem fazer parte de um disco, a música escrita por Cláudia Canção já está sendo cantada em igrejas de Norte a Sul do país. Os números no Youtube são impressionantes, chegando a quase meio milhão de views no canal da dupla.
“Vou em lugares nos extremos do país e pessoas não evangélicas me reconhecem em restaurantes e dizem que foram abençoadas pela música”, diz Cláudia Canção em entrevista exclusiva ao Gospel Prime.
“No dia que nasceu a canção eu estava muito triste, quando ouvi um sussurro de Deus quando estava no meio da rua: ‘Eu Cuido de Ti’”, revela a cantora que fala ainda sobre essas duas décadas de ministério ao lado de seu irmão, desafios e projetos futuros.
Gospel Prime: Há quantos anos vocês cantam como dupla? Quantos CDs já gravados?
Cláudia Canção: Cantamos há 22 anos. Começamos a cantar com 5 e 4 anos de idade. Já temos 6 CDs gravados.
Como surgem as composições?
Compor é um mistério. Canções surgem a partir das mais simples inspirações ou em um momento de busca e dedicação por uma canção que já existe, mas que precisamos que o Pai nos sussurre.
Você é responsável por dizer o que as pessoas querem dizer a Deus e as vezes não sabem. E também tem o privilégio de ser boca de Deus e falar aos corações.
Como foi a composição de “Eu cuido de Ti”?
“Eu Cuido de Ti” surgiu em um momento de dúvidas, de medo e de aflição, no período que antecedia meu noivado e casamento. Eu e meu noivo estávamos passando por um momento de porta fechada e silencio total de Deus.
No dia que nasceu a canção eu estava muito triste, quando ouvi um sussurro de Deus quando estava no meio da rua: “Eu Cuido de Ti”. Não ia gravar a melodia que me chegou, pois como disse, estava triste. Mas segundos depois esqueci a melodia e me arrependi de não ter gravado. Pedi perdão a Deus e que Ele me falasse novamente me lembrando a melodia. Tive o privilégio de ser lembrada pelo Espirito Santo não só da parte que havia esquecido, como fluiu como cachoeira toda a canção na minha mente enquanto gravava no celular.
Foi de fato, alento para minha alma e entendi que ter fé, é confiar em Deus exatamente quando não se tem absolutamente nenhuma saída. É cantar com a alma: “Eu Creio em Ti.”
Essa música já está sendo tocada em diversas igrejas. Vocês imaginavam que uma canção se tornaria sucesso antes mesmo de ser gravada em CD?
No Canal Canção e Louvor ela já tem mais de 400 mil visualizações. Mas antes mesmo de ter essa quantidade no Youtube, ela foi muito longe no Facebook e principalmente através do WhatsApp. Vou em lugares nos extremos do país e pessoas não evangélicas me reconhecem em restaurantes e dizem que foram abençoadas pela música.
Eu gravei no saguão de um hotel em Salvador e nem nas minhas melhores expectativas sonhei que abençoaria tanta gente. Glória e honra pra Jesus!Vocês estão gravando um novo trabalho? Essa canção estará nesse álbum?
Lançamos recentemente “Profetizando Vida”, que saiu em outubro de 2015. O álbum já estava em fase final e por isso Eu Cuido de Ti não fez parte deste CD. Mas é um CD muito abençoado e que tem ido longe com canções como “Dias Atuais”, “Vem do Senhor”, “Visitando um Amigo”, dentre outras. Temos previsão de lançar um EP até agosto deste ano e a música “Eu Cuido de Ti” fará parte.
Vocês estão com contrato com alguma gravadora?
Não, somos cantores dependentes apenas do Pai (risos).
Planejam lançar um novo DVD?
DVD é projeto a longo prazo. Mas pensamos sim em fazer mais um, pois o último que gravamos foi em 2009.
Vocês começaram a cantar quando crianças, isso atrapalhou a infância de vocês?
Não. Moramos em sítio durante a infância e parte da adolescência. Apesar de, pela misericórdia de Deus, sempre termos tido agenda no nosso estado, eram mais nos fins de semana e em alguns círculos de oração durante a semana.
Era o comecinho do ministério, então tínhamos tempo (e era prioridade) para estudar, brincar e aproveitar de fato a infância. O único peso foi sempre a responsabilidade de ser referência.
Tiveram muitos desafios no ministério?
Sempre tem, não é? Acho que a vida de todo mundo tem. O ministério do louvor é árduo, mas é gloriosíssimo. Um dos conselhos que mais ouvimos é “Não Mudem!”, e de fato, é um dos mais importantes e mais difíceis de realizar.
Existe uma busca e vigilância diária de nós mesmos para nós mesmos em entender que somos apenas instrumentos e que nada somos se não for o Senhor. As canções que cantamos, o chamado que temos, poderia ter sido dado a outro, mas o Senhor achou graça em nós e nos presenteou. Então o mínimo que a gente pode fazer é honra-lo e ser o que Ele quer que a gente seja, com alegria no coração
Já pensaram em desistir do ministério?
Talvez por umas 2 vezes, e talvez por 2 segundos cada vez (risos). Como disse, somos tidos como referência por estar diante de uma multidão de jovens e uma igreja que tem orgulho em olhar para quem vive um ministério, seja do louvor, da palavra e se espelham neles.
Quem vê de fora, pensa que isso é muito bom e é mesmo! Mas só Deus sabe o que se enfrenta nos bastidores, só Ele sabe os choros, as renúncias, só Ele conhece de perto as nossas batalhas. O que é bom é que Ele é quem as peleja. Ai a gente desiste de desistir (risos).
Qual o momento mais marcante do ministério de vocês?
Viver um chamado é marcante por si só. Daria um livro! Ver pessoas aceitando Jesus, sendo renovadas, jovens sendo instigados a serem diferentes, é mais que privilégio ser canal de Deus para isso.
Mas um dia Deus achou por bem de operar um grande milagre: levantou uma mulher cadeirante enquanto louvávamos. Poderia ser em qualquer momento do culto, mas foi justo quando cantávamos. Marcou nossa vida e abriu as portas do Brasil para nós.
Como faz para levar a dupla Canção e Louvor para cantar em uma igreja?
Coisa mais fácil e melhor ideia que alguém pode ter (risos). Nossa mãe cuida da nossa agenda. É uma senhora gentil, simpática e de oração por nome de Euzélia. Liguem: 81 3526-5167 | 9 99287966 Tim e WhatsApp. Estamos à disposição para abençoar e ser abençoados.
Informações Gospel Prime

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?