quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

, ,

JESUS Freak, o que é isso?

COMPARTILHE
Em 1967, parecia que toda uma geração havia se desprendido dos valores convencionais da sociedade e se juntando no distrito de Haight-Ashbury, na cidade de São Francisco, procurando por respostas.

Era o início do movimento Hippie, que no início pregava paz e amor, mas que acabou se voltando para sexo, drogas e rock’n’roll.

Foi nesse cenário que pareceu um jovem chamado Kent Phil-pontt, que se sentiu chamado por Deus para pregar o evangelho nessa cidade.

Kent e David se uniram para criar o primeiro trabalho missionário no distrito de Haight-Ashbury e, assim, alcançar os milhares que todos os dias iam ali procurando por respostas. Desse trabalho evangelístico surgiu o avivamento que ficou conhecido como Jesus Movement (Movimento para Jesus).

Juntamente com alguns outros, David Hoyt e Kent Philpott foram os primeiros revolucionários da fé a serem chamados de “Jesus Freaks”. Essa expressão foi primeiramente dita como uma referência a esses hippies que se convertiam a Cristo

A grande característica desse avivamento foi o modo como essas pessoas decidiram viver para Cristo – um cristianismo radical como poucas vezes visto na história. Isso porque os mesmos jovens que haviam se entregado por completo a toda forma de rebeldia agora viviam o cristianismo sem reservas. As pessoas passaram, então, a chamar esses cristãos radicais de “Jesus Freak”, um termo pejorativo.

Portanto, “Jesus Freak” foi o “palavrão” criado para insultar todo ardente seguidor de Jesus e significa “doidos de Jesus” ou “loucos por Jesus”.

No início, esses cristãos se ressentiam de serem chamados de “Jesus freak”. Entretanto, com o passar dos anos, principalmente desde 1970, a Igreja deixou de se importar com isso e adotou com alegria esse “xingamento”, pois, na verdade, ele expressa a verdade daquilo que somos: loucos por Jesus. Desde então, Jesus Freak tornou-se sinônimo de alguém extremamente fiel a Jesus e que lhe obedece custe o que custar, ainda que o preço seja a própria vida.

Galera vamos ser Jesus Freak, ser extremamente fiel a Jesus, obedecendo custando o que custar, mesmo que o preço seja perder os amigos, mesmo que o preço seja parecer o cara esquisito, mesmo que o preço seja ser considerado o careta, mesmo que o preço seja perder própria a vida(perder o tempo de fazer coisa pra você), para que outros possam ganhar a Salvação.

Fonte: Livro → Loucos por Jesus – Lúcio Barreto Jr. (volume 1)

Fiquem na paz.

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?