terça-feira, 10 de novembro de 2015

Aceitação da homossexualidade cresce em todos os grupos cristãos.

COMPARTILHE
Os membros do quase todos os principais cristãos passaram a ter uma maior aceitação da homossexualidade ao longo dos últimos anos. Os dados fazem parte de uma pesquisa do Centro de Pesquisas Pew, que comparou dados de 2007 com outra pesquisa similar feita em 2014
A comparação mostra a velocidade que o assunto tem se infiltrado em todas as camadas da sociedade. Questionados se “a homossexualidade deve ser aceita pela sociedade”, o maior número de pessoas que concordaram é católico. 58% disseram “sim” em 2007 e hoje são 70%, o maior índice entre os entrevistados.
A aceitação entre os cristãos pertencentes a igrejas ortodoxas, subiu de 48 para 62%.  Os evangélicos “liberais” que aceitam eram 56% em 2007 e agora são 66%.  Entre os chamados conservadores, 26% davam apoio em 2007 e agora são 36%. Na média entre todos os cristãos, eram 44% sete anos atrás e agora são 54%.
Seitas que afirmam ser cristãs como mórmons e Testemunhas de Jeová, parecem mais resistentes a mudança e os percentuais subiram em proporção menor.
A pesquisa mostra que o aumento nos percentuais deve-se, sobretudo, a geração mais jovem.  De acordo com os analistas da Pew, mais da metade de todos os entrevistados com menos de 20 anos veem a homossexualidade com “naturalidade”. Foram entrevistados 35 mil americanos, dentro de uma pesquisa ampla, que também mostrou a diminuição da “fé em Deus” como um todo.
Os americanos que afirmam crer em Deus são 89%, enquanto sete anos atrás eram 92%. Nunca foi tão grande o índice de pessoas “sem religião”, cerca de 23%. O número de pessoas que deixaram de ver a Deus como uma pessoa e passaram a descrevê-lo como “força impessoal”, chega a um quarto da população (26%). Com informações The Blaze

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?