sábado, 3 de outubro de 2015

,

Ser devedor a quem não somos?

COMPARTILHE
"Pois sou devedor tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes;" Romanos 1:14

É tão estranho aos olhos de quem ainda não teve um encontro real e verdadeiro com Deus...

Como imaginar ser devedor a quem não somos?

O apóstolo Paulo já tinha passado por maus bocados nas mãos de gregos, bárbaros, sábios e ignorantes. No entanto tinha plena convicção de ser devedor a todos eles. Devedor a quem lhe deu surras, a quem lhe apedrejou, a quem o prendeu, a quem o caluniou. Como assim? Por que?

É que quando temos uma genuína experiência com Deus, entendemos que até aqueles que pensam nos "fazer mal" (de modo consciente ou não), cooperam para o nosso crescimento e amadurecimento espiritual.

Nos momentos de turbulência da vida geralmente buscamos mais ao Senhor e mostramos se, de fato, O servimos. A quem verdadeiramente é servo, esses são momentos cruciais para olhar para Jesus e buscar ainda mais fortalecimento, renovo, avivamento.

Não existiria fé, se não existissem as dificuldades. É fácil exaltar uma fé nos momentos de paz e tranquilidade, quando o mar está calmo. Contudo, mar calmo nunca fez bom marinheiro.

É por isso que está escrito: "[...] todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito." Romanos 8:28

Para o Geração Jovem,
Vinicius Brito - www.diantedoreino.blogspot.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?