segunda-feira, 19 de outubro de 2015

, , , ,

Cúmplices de um desastre, Crítica a novela do SBT.

COMPARTILHE
Hoje a coluna 'Eu falo a verdade’ vai falar de um grande sucesso no meio infanto-juvenil, estamos falando da nova novela do SBT ‘Cúmplice de um Resgate’ a novela é direcionada para a criançada e tem conquistado jovens e adultos, o que quero relatar nessa coluna de hoje, foi uma cena que vi na trama, onde coloca quatro crianças em um dialogo curioso, duas delas são católicas e as outras duas são evangélicas, tudo passa em frente a igreja católica quando eles resolvem entrar, mas as crianças ‘evangélicas’ ficam na dúvida se era certo ou não, as crianças católicas diz que eles podia entrar que lá todos são muito bem vindos, eles ainda tentam resistir dizendo que iria perguntar aos seus pais, mas a insistência dos amigos, acaba convencendo os casal de irmãos, com essa cena consigo observar onde a autora quer chegar e entendo que ela quer passar uma realidade contraria a palavra de Deus para o telespectador. Íris Abravanel é a autora da trama que é uma adaptação da novela mexicana Cómplices al rescate, a autora é evangélica e se converteu em 1998.

Sentir a necessidade de escrever essa matéria depois que vi essa cena que citei acima pois como existe muitas crianças assistindo essa trama, o ensinamento passado está fora da Bíblia e a autora deveria saber disso, já que é evangélica e sabe que existe diferença entre católicos e evangélicos. Não uma diferença que nos não devemos amar e respeita-los, mas pela palavra tem muita coisa que nos separa, vamos ver abaixo:

Uma das primeiras grandes diferenças entre o Catolicismo e o Protestantismo é a questão da suficiência e autoridade das Escrituras. Os protestantes crêem que somente a Bíblia é a única fonte da revelação especial de Deus à humanidade, e como tal ela ensina a nós tudo o que é necessário para nossa salvação do pecado. Os protestantes vêem a Bíblia como o padrão pelo qual todo o comportamento cristão deverá ser medido. Comumente se refere a esta crença como Sola Scriptura e é uma das “Cinco Solas” (sola é a palavra latina para “única”) que veio da Reforma Protestante como resumo de algumas diferenças importantes entre os católicos e protestantes. Citação retirada do site gotquestions.org

Essa tentativa de mostrar ao mundo que os evangélicos e católicos deveriam se unir não é uma novidade o Papa Francisco já falou sobre esse assunto, veja
 “Nesta tarde, encontrando-nos aqui reunidos em oração, sentimos que Cristo – que não pode ser dividido – quer atrair-nos a Si, aos sentimentos do seu coração, ao seu abandono total e íntimo nas mãos do Pai, ao seu esvaziar-se radicalmente por amor da humanidade. Só Ele pode ser o princípio, a causa, o motor da nossa unidade. As nossas divisões ferem o corpo de Cristo, ferem o testemunho que somos chamados a prestar-lhe no mundo…. Cristo fundou uma única Igreja… Queridos amigos, Cristo não pode estar dividido! Esta certeza deve incentivar-nos e suster-nos a continuar, com humildade e confiança, o caminho para o restabelecimento da plena unidade visível entre todos os crentes em Cristo”.
Os evangélicos não são os únicos com quem o Papa tenta uma aproximação, mas ele convocou todas as religiões do mundo a se unirem se tornando uma só. Não só ele mais os Papas que o antecederam também apoiava o ecumenismo que é o apelo à unidade de todos os povos contido na mensagem do Evangelho.
E é justamente isso que a novela tem passado para os telespectadores e entre eles estão as crianças que estão começando a aprender agora e já estão aprendendo coisas que a Bíblia ensina diferente.

O que a Bíblia diz sobre essa união ecumênica?

Quando ecumênicos procuram aprovação de Deus, sempre destacam o amor dele, que é uma característica importantíssima da natureza divina (1 João 4:8). Mas, para tentar justificar a união do sagrado com o profano, esquecem da santidade dele, um outro aspecto fundamental de seu caráter (Apocalipse 4:8). O ecumenismo depende de uma teologia desequilibrada.

No Velho Testamento, Deus sempre exigia pureza, santificação e separação das outras religiões. Antes de subir a Betel (casa de Deus), a família de Jacó teve que lançar fora seus “outros deuses” (Gênesis 35:2). Deus falou para Israel não ter nenhum outro Deus (Êxodo 20:1-3), e exigia uma intolerância absoluta em relação aos outros (falsos) deuses (Êxodo 22:20; 23:24). Adoração de qualquer outro deus é vista como desvio do Senhor (Êxodo 32:8; Juízes 2:12; 10:6). Josué insistiu na importância de servir somente o Deus verdadeiro, rejeitando os falsos deuses dos outros povos (Josué 24:14-15). Homens fiéis recusavam servir outros deuses, mesmo quando foram ameaçados de morte (Daniel 3:18).

No Novo Testamento, Deus exige a mesma pureza e santificação. Servir falsos deuses é voltar á escravidão (Gálatas 4:8-9). Por isso, devemos nos guardar dos ídolos (1 João 5:21; 1 Coríntios 10:14), pois a idolatria é um pecado que impede acesso ao reino de Deus e leva à condenação eterna (1 Coríntios 6:9-11; Apocalipse 21:7-8). Os ensinamentos da Nova Aliança não somente condenam a idolatria, mas toda e qualquer forma da impureza (2 Coríntios 6:14 - 7:1). Qualquer um que nos incentiva a aceitar doutrinas que não vêm de Jesus Cristo deve ser rejeitado (Gálatas 1:6-11; 2 João 9). Texto retirado do site estudosdabiblia.net

Então o ensinamento passado na cena da novela vai contra os ensinamentos bíblicos, cuidado com o que o seu filho está vendo, não jogue ele em frente a TV deixando ele ver tudo, pois você pode se arrepender depois, esses tipos de ensinamentos não são bíblicos, não porque os evangélicos são melhores que as outras religiões, e sim porque seguimos o que a bíblia nos ensina e não podemos nem devemos nos misturar, pois a bíblia é bem clara que Deus odeia qualquer idolatria, só existe um Senhor, um mediador entre Deus e os homens e somente um deve ser adorado.

Outra grande diferença entre Catolicismo e Protestantismo é a que diz respeito à posição e autoridade do papa. De acordo com o Catolicismo, o papa é o “vicário de Cristo” (vicário significa substituto), e toma o lugar de Jesus como o líder visível da Igreja. Como tal ele tem a capacidade de falar ex cathedra (com autoridade em assuntos de fé e prática), e quando ele o faz, seus ensinamentos são considerados como não passíveis de erro, devendo ser obedecidos por todos os cristãos. Por outro lado, os protestantes crêem que nenhum ser humano está livre de erros e que somente Cristo é o líder da igreja. Os católicos confiam na sucessão apostólica como uma forma de tentar estabelecer a autoridade do papa. Mas os protestantes crêem que a autoridade da igreja não vem da sucessão apostólica, mas sim da Palavra de Deus. O poder espiritual e a autoridade não estão nas mãos de simples homens, mas na própria Palavra de Deus registrada nas Escrituras. Apesar de o Catolicismo ensinar que somente a Igreja Católica pode, de forma apropriada e correta, interpretar a Bíblia, os protestantes crêem que a Bíblia ensina que Deus enviou o Santo Espírito para habitar todos os cristãos renascidos, dando a eles capacidade para que compreendam a mensagem da Bíblia. Outra das “cinco solas” da reforma era a Sola Fide (somente pela fé), que afirma a doutrina bíblica da justificação somente pela graça, através somente da fé, por causa somente de Cristo (Efésios 2:8-10). Contudo, de acordo com o Catolicismo Romano, o homem não pode ser salvo somente pela fé, somente em Cristo. Eles ensinam que o Cristianismo deve confiar na fé mais “obras de mérito” para salvação. Os Sete Sacramentos são essenciais à doutrina Romana Católica de salvação, que são: Batismo, Crisma, A Eucaristia, Penitência, Extrema-unção, Ordem e Matrimônio. Os protestantes crêem que baseados na fé apenas em Cristo, os crentes são justificados por Deus, quando todos os seus pecados são pagos por Cristo na cruz e Sua justiça é a eles imputada. Os católicos, por outro lado, crêem que a justiça de Cristo é concedida ao crente pela “graça através da fé”, mas em si mesma não é suficiente para justificar o crente. O crente deve “suplementar” a justiça de Cristo a ele concedida com obras meritórias.Texto retirado do site gotquestions.org

Oremos pela nossas crianças e tudo o que elas tem aprendido na TV e nas escolas, todos são bem vindos na igreja católica? Sim todos são bem vindos. Todos são bem vindos nas igrejas evangélicas? Sim todos são bem vindos. O que não podemos é trocar as coisas, porque é isso que o diabo quer, ele gosta de confundi a mente as pessoas e confundir a mente de uma criança é bem mais fácil.

Existe muita diferença entre católicos e evangélicos, pois a uma grande diferença que nos separa, cremos e seguimos o que a bíblia diz, O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; Oséias 4:6a


Quero deixar bem claro que não estou desmerecendo o trabalho da autora e da emissora, só estou falando dessa determinada cena que você pode acompanhar clicando nesse link pois é preciso esclarecer algumas coisas, não podemos deixar as crianças crescerem com um aprendizado errado. Ensina o menino no caminho que deve andar. (a cena está 22:45 do vídeo)
Não Seja Cúmplice disso!

Por Rinaldo Ribeiro
Geração Jovem
Agradecimentos ao site Gospel Prime e Gospel Mais

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. nunca li tanta besteira... Oh protestante sua bíblia veio de quem? Vocês tiveram acesso a bíblia por meio de quem... Qual foi a primeira igreja cristã do mundo? Se a Resposta for Igreja Católica, pega sua Bíblia volte para a verdadeira Igreja de Cristo que descende diretamente dos apóstolos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondendo a sua pergunta: Qual foi a primeira igreja cristã do mundo? A primeira igreja cristã do mundo foi e é a igreja de Cristo, você pode conferir em Atos dos Apóstolo a partir do capitulo 2 e essa foi fundada pelos apóstolo de Cristo, onde sofreram perseguição e muitos morreram por pregar JESUS CRISTO.

      Excluir
  3. Li o seu artigo, e fiquei muito aliviada por ter pessoas que estão trazendo despertamento para as crianças e jovens. Realmente é preocupante o enredo dessa novela, aonde está trazendo uma mistura totalmente ao contrário que nos ensina a palavra de Deus. Em II Corintios 6:14 está escrito: "Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça. E que comunhão tem a luz com as trevas.
    Mas percebi é que os fazem papeis de cristãos estão se casado com os não cristãos. Os relacionamentos estão ao oposto o que nos ensina a Bíblia. Realmente é preocupante, pois não está trazendo o enredo de uma forma positiva para os cristãos, muito pelo contrario. Está comprometendo todo ensinamento cristão. Também colocou um bom pastor com um coração voltado a
    uma mulher não evangélica, e colocou um pastor corrupto deturpando toda a família, trazendo contenda e dissenção, será que no enredo também vai ter um pastor que prega a verdade e que não se descia da palavra de Deus. Na novela parece o catolicismo muito lindo e maravilhoso, mas uma igreja evangélica totalmente artificial, vazia. Na igreja evangélica também tem coisas boas a ser mostrado, porém esse enredo ficou a desejar. Por isso despertem, e que o ser humano possa ler mais a bíblia para não se cometer tantos erros assim. E Deus livre essa geração de não se contaminar com esses conteúdo.

    ResponderExcluir
  4. ESSA NOVELA CÚMPLICES DE UM RESGATE TRAZ UMA INDIGNAÇÃO MUITO GRANDE. AONDE JÁ SE VIU UM CASAMENTO FEITO EM DUAS IGREJAS UMA NA CATÓLICA. PORQUE O PEDRO É A FAMÍLIA DELE SÃO CATÓLICOS E HELENA E SUA FAMÍLIA SÃO EVANGÉLICOS. AS PARTES DA IGREJA CATÓLICAS SEMPRE BEM DEFINIDAS, NA IGREJA EVANGÉLICA MEROS FLESH. O QUE SERÁ QUE ESTÁ ACONTECENDO? II CO 6:14 - "Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça. E que comunhão tem a luz com as trevas.
    É IMPRESSIONANTE ESTAMOS VIVENDO UM TEMPO QUE JÁ NÃO EXISTE MAIS DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO. Mas em Malaquias 3:18 - Então vereis outra a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve.
    Este enredo está comprometendo aos ensinamentos bíblicos, e o que será que vai acontecer?
    E mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei. Lucas 16:17
    E diga se de passagem se a autora é evangélica, não seria interessante ela mostrar mais a realidade do cristianismo ao qual ela acredita? Não seria mais sensato? Mas o que tenho percebido que seus enredos são 99% católicos.
    Gostaria que essa autora mostrasse o lado lindo do evangelho também, assim como ela faz do catolicismo. Que Deus a ajude a se encontrar.

    ResponderExcluir

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?