terça-feira, 9 de junho de 2015

, , ,

As lágrimas de Cristo e da Igreja.

COMPARTILHE
Confesso que eu não ia escrever sobre um dos assuntos mais comentado nesses dias a 16ª Parada do Orgulho LGBT, porém como blogueiro não poderia deixar de postar minha opinião sobre esse evento. Neste ano quem ganhou destaque foi  Viviany Beleboni,de 26 anos que se prendeu a uma cruz, encenando o sofrimento de Jesus e segundo ela era para representar o que os Gays estão sofrendo e em entrevista ao G1 ela disse que não tinha a intenção de atacar a igreja , a ideia era mesmo protestar contra a homofobia.
Ela é um transexual, então é um homem que por algum motivo, resolveu abrir mão do que Deus fez e se transformar em uma “mulher” é atriz e no atual momento as Redes Sociais e diversos meios de comunicação vem criticando a atitude da mesma, é claro que ela também vem ganhando elogios por parte da comunidade LGBT.

O Deputado Federal Marco Feliciano publicou um texto no Facebook: “Imagens que chocam, agridem e machucam. Isto pode? É liberdade de expressão, dizem eles. Debochar da fé na porta denuda igreja pode? Colocar Jesus num beijo gay pode? Enfiar um crucifixo no ânus pode? Despedaçar símbolos religiosos pode? Usar símbolos católicos como tapa sexo pode? Dizer que sou contra tudo isso NÃO PODE? Sou intolerante, né?”.

1 CORÍNTIOS 6:9
Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os [efeminados], nem os sodomitas,”
Efeminados = homossexual passivo
Sodomitas = homossexual ativo
A bíblia é bem clara e taxativa em dizer que Deus abomina a pratica homossexual, eles sabem que os evangélicos são contra essa opção sexual e mesmo assim eles perderam a chance de ficar calado e fazer sua festa sem agredir ninguém.  Pedem tanto respeito e reconhecimento e na hora de conquistar isso, fazem uma palhaçada dessas? Como aceitar algo desse tipo? Se formos observar, não ficou só nessa, tem outras imagens rolando na internet onde eles profanam o que é santo e que tem um valor religioso muito forte em nosso país.

O Brasil tem se esquecido de Deus e blasfemado o nome que é Santo, sei de uma coisa, Jesus está voltando para buscar sua igreja e todos eles ainda tem a oportunidade de se arrepender. Quando olho para eles vejo uma multidão que precisa urgentemente do perdão e da salvação que Cristo Jesus conquistou na cruz do calvário, Ele que mesmo sem nenhum pecado morreu naquela cruz para nos salvar da perdição eterna, está disposta a perdoar e abraçar qualquer um que reconheça seus erros e o aceite como Senhor, muitas gente tem se revoltado com a atitude dessas pessoas, mas temos que chorar com Cristo, pois eles estão no escuro, estão sem saída o diabo cegou a visão, tampou seus ouvidos e tem apresentado uma falsa realidade, tem levantado instrumentos carregados de demônios e tem levado essas pessoas ao abismo, porque a verdadeira missão do diabo é essa:
O ladrão(diabo) não vem, senão para roubar, matar e destruir. João 10.10

Vamos levantar um clamor Brasil por essas pessoas que estão carentes de Deus, precisando encontrar o caminho que conduz a vida eterna, receber de Deus o perdão de seus pecados, encontrar a porta para o céu, receber de Deus a paz que excede  o entendimento, viver  o melhor de Deus e ser liberto das garras do Diabo. Tenho certeza que o nosso Deus tem olhando lá dos céus e tem chorado ao ver o caminho que uma grande multidão tem caminhado, e nos como igreja devemos chorar com o Mestre e agir, tentar alertar a toda humanidade a verdade que é Jesus.

Vamos evangelizar, os dias estão ficando a cada dia mais difícil, as pessoas tem se afastado de Deus e o nosso país tem seguido as ordens do Diabo e tem caminhado para um abismo profundo, porém Jesus tem um exercito de servos prontos para a batalha final, vamos nos levantar pois a Guerra já começou e estamos em vantagem pois o General de Guerra está na frente e Ele nunca perdeu nenhuma batalha, vamos anunciar a volta do Rei. 


Por Rinaldo Ribeiro
Geração Jovem

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?