segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

,

Igrejas cristãs são incendiadas em protestos no Níger

COMPARTILHE
Desde sábado (17), até a manhã dessa segunda feira (19), ao menos 45 igrejas cristãs (católicas e evangélicas) foram incendiadas em Niamey, capital do Níger. Pelo menos 10 mortes foram confirmadas durante protestos contra a publicação de caricaturas de Maomé no semanário francês “Charlie Hebdo”. Ainda de acordo com o governo local, serão realizados três dias de luto oficial pelas vítimas.
No total, “45 igrejas, cinco hotéis, 36 bares, um orfanato e uma escola cristã foram saqueados antes de seremincendiados”, disse Adily Toro, porta-voz da polícia, em uma coletiva de imprensa.

O semanário satírico voltou a publicar charges com o profeta muçulmano em sua primeira edição após o atentado. Atitude não foi vista com bons olhos por alguns devotos do Islã pois, segundo a religião, é proibido retratá-lo de qualquer maneira, satirizando é ainda mais ultrajante.
No Irã, centenas de iranianos também se reuniram hoje em frente à Embaixada francesa em Teerã, para protestar contra as caricaturas. Os manifestantes, cuja maioria é formada por estudantes e fundamentalistas religiosos, exigiam o fechamento da sede diplomática. Bandeiras israelenses e dos EUA foram queimadas. De acordo com uma TV estatal, eventos semelhantes estão sendo registrados em outras cidades do país.
Mais de 115 atos contra muçulmanos foram registrados na França após o ataque contra a revista, que resultou em 12 mortos, no último dia 7 de janeiro. Cifra aponta aumento de 110% se comparado ao mesmo período do ano anterior. Ao redor do mundo ataques xenofóbicos contra a comunidade muçulmana também vem ocorrendo com frequência.

Informações retirada do site www.dm.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?