terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Herança de bençãos para os filhos.

COMPARTILHE
Nós, pais, vamos deixar um legado para os nossos filhos, tanto positivo como negativo. Quando vemos os personagens da Bíblia, vamos sempre encontrar, em muitos deles, o legado que os pais deles deixaram. A aliança que Deus fez com Salomão não aconteceu do nada, ela foi resultado do relacionamento de seu pai com o Senhor Deus (1Rs 9.4-5).
Não pensem que as coisas caem como um raio do céu, nós recebemos por herança e pela obediência. Salomão teve que cumprir a parte que lhe era devida: “Se andares perante mim como andou Davi, teu pai, com integridade de coração e com sinceridade”. Este é um legado que os pais devem deixar para seus filhos. Temos que andar com integridade de coração e sinceridade. As coisas não caíram de mão beijada para Salomão. Havia condições para ele cumprir. Deus disse, parafraseando: “Você, Salomão, faça como seu pai, e faça mais do que ele”. Mas você, pai, é alguém que Satanás deseja destruir pelo referencial que é. Seus filhos nunca terão outro pai, somente você. Por isso, fale com suas palavras, com seu silêncio e com seu testemunho.
Efésios, capítulo 6, verso 4 diz assim: “E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor”. Não provoque seu filho à ira. Não prometa algo ao seu filho que não venha a cumprir, pois o provocará à ira. Não peça a seu filho que se comporte de uma forma que você mesmo não esteja vivendo, isso não é justo. Disciplina não é só a vara, disciplina é a palavra.
Através de você, meu irmão, haverá uma nova geração que será melhor do que a sua. Os filhos podem e devem ser infinitamente melhores do que seus pais. A Ana, o André e a Mariana são infinitamente melhores do que eu. Eu fico admirado. E você também pode ficar admirado quando olhar para seus filhos, e se Deus permitir, olhar para seus netos, e se a bênção for ainda mais generosa, olhar para seus bisnetos, e poder dizer: “Esta geração é tão melhor do que a minha!”. É por isso que Deus o plantou onde você está, para que você possa ser realmente uma pessoa para encher a terra da glória do Senhor.
Nós vivemos na compreensão de que cada membro da igreja deve ser um ministro e cuidar da sua casa. Precisamos levar a sério o que está escrito em 1 Timóteo, capítulo 5, versículo 8: “Ora, se alguém não tem cuidado dos seus e especialmente dos da própria casa, tem negado a fé e é pior do que o descrente”. Não dê descanso ao seu coração, enquanto você não puder dizer: “Eu e a minha casa servimos ao Senhor”.
Tenha cuidado com os seus, especialmente os da sua casa, e você verá toda a sua família aos pés do Senhor. Jamais abra mão dos seus filhos, mesmo que tenham vinte, quarenta, cinquenta anos ou até mais. Independente da idade e da independência que tenha, o filho não deixa de ser filho. E se ele morrer sem Jesus, não terá a salvação eterna. Certamente, todo pai e toda mãe que têm Jesus Cristo como Senhor na vida deles, deseja ver o filho salvo, e no que depender desses pais, serão modelos, ministros dentro da própria casa, pois sabem que são o testemunho do Pai para os seus.
Que a sua casa seja realmente um ninho de carinho, de afeto e de amor. Mesmo que um filho esteja longe, fazendo coisas que você não aprova, derrame amor por ele.
E se a situação for inversa, o pai é que ainda não está servindo ao Senhor, derrame amor pelo seu pai. “O filho sábio alegra o seu pai”, e a maior alegria que seu pai pode ter na Terra é saber que ele tem o nome escrito no Livro da Vida. Leve seu pai a Cristo, leve seu pai a conhecer o Caminho que é Jesus. Não fale tanto de religião, mas fale de Jesus, comece a ministrar. Celebre a vida e viva cada dia intensamente. Valorize cada momento da vida, beije e abrace seus filhos, seus pais.
Lagoinha.com

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?