domingo, 14 de setembro de 2014

,

Falo o que penso e ponto!

COMPARTILHE
O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.
Mateus 15:1

"Não sou hipócrita - falo o que penso e ponto final!" - Ouvimos essa frase inúmeras vezes e parece que se tornou a característica de alguém "do bem", um ser humano "sincero" e "transparente". Pode até ser. Mas será que falar sucessivamente do semelhante e criticar tudo (se duvidar, até a própria sombra), pode ser algo realmente bom ou que traga algum benefício a si e aos outros?

Falar mal da roupa que o outro veste.
Falar mal da forma como as pessoas andam.
Falar mal da forma como o pastor conduz a reunião, ou seus erros de linguagem.
Falar mal da igreja.
Falar mal do colega de trabalho.
Falar mal do chefe.
Falar mal da própria família.

A lista é inumerável...

Muitas pessoas que se dizem "servas" de Deus tem dado um testemunho vergonhoso e deplorável por não controlar o que falam. Prestam seus lábios ao prazer do diabo - a fofoca e o "disse-me-disse".

Sua boca tem proferido o que traga edificação? Ou está contaminando corações por aí afora colocando pessoas contra pessoas e o PIOR: pessoas contra DEUS?

É necessário extrema vigilância no que tange ao que nossa boca anda proferindo por aí.

Para o Geração Jovem,
Vinicius Brito.
(http://www.diantedoreino.blogspot.com.br)

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?