sábado, 8 de março de 2014

LIÇÃO 10 – AS LEIS CIVIS ENTREGUES POR MOISÉS AOS ISRAELITAS / SUBSÍDIO

COMPARTILHE

Amados, nesta lição verifica-se a grande preocupação do Senhor em firmar e fortalecer o povo hebreu como uma nação forte diante dos outros povos da terra. Para entender melhor esta lição é necessário retomar algumas lições já estudas neste primeiro trimestre do ano.

Com o objetivo de fazer do povo hebreu uma grande nação, Deus se preocupa em criar os pilares de sustentação desse projeto. Já estudamos dois grandes e importantes pilares que foram instituídos por Deus, um deles foi o pilar da adoração a Deus. A construção do Tabernáculo no meio do povo fortalecia a fé dos hebreus, conforme diz a Bíblia Sagrada no livro de Salmos 33.12 “Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor”.

Esse pilar é importantíssimo, nos dias atuais podemos perceber a grande diferença que existe entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte. A Coreia do Sul é conhecida como uma nação de grande número de evangélicos. Na Coreia do Norte o sistema comunista não permite a entrada do Evangelho de Cristo. A Coreia do Sul tem um território menor, porém, possui mais habitantes, supera em 20 milhões a Coreia do Norte. O PIB (Produto Interno Bruto) no Sul é muito superior, possui R$ 1,62 Trilhões de dólares, já na Coreia do Norte o PIB é de R$ 40 Bilhões de dólares, ou seja, a Coreia do Sul é 40 vezes maior em riqueza. A expectativa de vida no Sul é de 79 anos, já no Norte é de 69 anos.

O outro grande pilar é criação de regras, leis, normas e princípios que conduziria o povo hebreu de forma equilibrada, são os 10 mandamentos. A lição de hoje complementa essa normas que já estudamos em lições anteriores. Deus divide a lei em três bases. A Primeira base refere-se ao relacionamento com Deus, a segunda refere-se ao relacionamento com o próximo (o homem) e a terceira refere-se ao relacionamento com a natureza. Vejamos cada uma dela.

A primeira base da lei encontra-se nos 4 primeiros mandamentos, onde trata só do relacionamento do homem com Deus, veja: 1 – “Não terás outros deuses diante de mim”, 2 – “Não farás para ti imagem de escultura, 3 – Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão, 4 – “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar”. Por que o Senhor tratou primeiro o relacionamento do homem com Deus? Porque esse relacionamento transcende aos limites desta vida, nos trás felicidades nesta vida e no futuro a vida eterna.

A segunda base da lei está no relacionamento do homem com o próximo, verifica-se isso nos outros 6 mandamentos e nas demais leis civis que estamos estudando nesta lição. Deus se preocupou com tudo e estabeleceu normas civis claras e justas. Falou sobre servos e escravos, assassinatos, agressões verbais, sequestros, lesões corporais, negligência no cuidado com a criação de animais, furtos, danos causados ao próximo etc. Por que Deus trabalhou o relacionamento civil? Porque uma nação sem leis fortes no âmbito civil enfraquece o seu povo e se torna intolerável a convivência em sociedade.

Há muitos questionamentos a respeito da regulamentação que Deus estabeleceu sobre a escravidão. Mas, observe em toda a Bíblia que Deus traça o caminho da moderação, pois o radicalismo é sempre um caminho perigoso. Naquela época era comum fazer uma pessoa escrava a vida toda, sem chances de viver de forma diferente ou melhor. Se o homem tinha uma expectativa de vida de aproximadamente 60 anos, Deus limitou em 10% o tempo da escravidão, trabalhando 6 anos e no sétimo estaria livre.

Outro exemplo de moderação é mostrado nos casos de assassinatos, se fosse para radicalizar, todo homem seria morto quando matasse um semelhante. Porém, haveria situações de fatalidade, a pessoa não queria matar e nesse caso Deus criou as cidades refúgio, para que essas pessoas que não tinham a intensão de matar o próximo não fossem penalizadas da mesma forma, a pena delas era viver num lugar separado.

A Terceira base da Lei está no relacionamento com a natureza. Preservar a natureza, as fontes de águas, as plantações, os animais, enfim, a fauna e a flora. Esse relacionamento já é visto no princípio da criação, quando Deus delega ao homem autoridade para cuidar de toda a terra e não para destruí-la. “E tomou o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar” (Gn 2:15).


Não há leis mais completas do que essas que o Senhor instituiu para Israel, todas as regras de relacionamento levaria o povo Hebreu a ser uma nação forte diante de toda a terra. A sua lei estava fundamentada em três bases, o relacionamento com Deus, com o próximo e com a natureza. Todo o povo de Deus deve seguir essa tríplice forma de relacionamento, essa é a vontade do Senhor nosso Deus, Criador dos céus e da terra!

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?