quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Como fugir do apelo da mídia à imoralidade?

COMPARTILHE
Infelizmente vivemos em uma época em que o “sexo livre” é moda; virgindade é coisa do passado; não ter experiência sexual é alvo de deboche; ficar com varias pessoas e, se relacionar sexualmente com elas é normal. Quem “fica” não respeita o outro; aproveita-se dele instintivamente; não por amor de verdade. Pensa apenas em si mesmo e na satisfação dos seus desejos. Hoje é comum adolescente que “ficaram” em uma festa, por exemplo, não se falarem no dia seguinte. Esses encontros são, na maioria das vezes, seguidos de intimidades. É estranho como alguém pode se entregar às caricias e intimidades com uma pessoa que acabou de conhecer.

A mídia, através da televisão, do cinema, das revistas pornográficas e, agora, até através do telefone e da  internet, estimula os adolescentes e jovens a viverem o sexo sem controle e sem compromisso. A indústria de entretenimento apresenta na televisão shows, filmes e novelas que promovem profanação, violência e sexo ilícito. Cada vez mais as pessoas se tornam imorais agindo desordenadamente.
Deus não fez o sexo para o pecado. Estas coisas não agradam a Deus. O homem tem afrontado a Deus com suas atitudes e práticas pecaminosas. A infeliz colheita de tudo isso virá, pois o pecado tem “salário” (Rm: 6.23).
Jonatas José, para o Geração Jovem

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?