sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Igreja explica quais são os “9 mandamentos” da era digital.

COMPARTILHE
Acostumada a ser notícia por conta de escândalos e problemas doutrinários, a Igreja da Inglaterra desta vez chamou a atenção da mídia pelo bom humor.
Enquanto os 10 Mandamentos foram dados a Moisés em tábua de pedra mais de 3,5 mil anos atrás, na era digital aparentemente somente são necessários nove mandamentos.
Em uma de suas contas do Twitter, a Igreja da Inglaterra propôs os 9 mandamentos para o cristão usar as mídias sociais:
Os 9 Mandamentos Digitais
Segundo a Diocese de Bath e Wells, os mandamentos são “Todos baseados em princípios de bom senso”. E ressalta: “Suas ações devem ser consistentes com seus valores cristãos. Você deve assumir a responsabilidade pelas coisas que faz, diz ou escreve”.
Ao comentar sobre o primeiro dos mandamentos, adverte que, na pressa de publicar alguma coisa, as pessoas podem escrever coisas sem pensar bem. “Pergunte a si mesmo, isso é realmente algo que desejo compartilhar? Está tudo bem se a minha mãe ler isso? O imediatismo é um dos benefícios da comunicação pela internet, mas responder rapidamente não significa fazê-lo sem pensar no que se escreve”, disse um representante da Igreja ao Daily Mail.
Como na internet as coisas vêm e vão com muita velocidade, o usuário não precisa levar tudo demasiadamente a sério. As eventuais críticas online não devem abalar a consciência de quem você realmente é. Já foram registrados casos em que comentários e discussões online tiveram consequências trágicas na vida real.
O terceiro mandamento é uma referência a um texto bíblico que ensina que todo cristão é um embaixador de Cristo”. “Goste ou não, tudo que você fizer refletirá seu papel como representante da Igreja a qual você pertence”, adverte
Isso está intimamente ligado ao quarto mandamento, pois para a diocese “o anonimato nas redes sociais é desaprovado, pois não deveria haver motivos para um cristão se esconder”.
A Igreja adverte os seus líderes que existe uma diluição das fronteiras da vida pública e da vida privada. Por isso, alerta que existem riscos quando opiniões pessoais podem ser vistas como declarações públicas.
Por isso o sétimo mandamento lembra do que é a legalidade. A diocese ressalta “Se você não diria algo em uma reunião pública ou diante dessa pessoa, é melhor não dizer online”, afinal já existem mecanismos jurídicos que responsabilizam pessoas por postagens irresponsáveis ou ofensivas.
Para a Igreja novas amizades e fortalecimentos das antigas são um aspecto importante das redes sociais, mas enquanto o oitavo mandamento estimula esse relacionamento, o nono serve para lembrar que é preciso ser muito cuidadoso ao se compartilhar informações pessoais, pois isso pode colocar em risco a sua segurança. informações Gospel Prime
Falando em redes sociais, você já seguiu o Geração Jovem no Twitter, Facebook ou Google+? Não? Então faça! Esse é o décimo mandamento =)

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?