segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Jesus – O maior doador de sangue que o mundo conheceu.

COMPARTILHE
Não sei se isso acontece com você, mas com certa frequência acesso minha caixa de e-mails e deparo com mensagens de amigos solicitando doação de sangue, seja para um familiar, um amigo (a) ou conhecido.
Confesso que leio as mensagens e vejo todas as informações como, data, horário e local, mas nem sempre faço a doação. Não que eu não queira realizá-la, mas que, às vezes, por já ter outros compromissos agendados, infelizmente, não se torna possível atender à solicitação.
Porém, o que é mais interessante disso, é que sempre que recebo esses e-mails lembro-me de uma ocasião em que me prontifiquei em fazer uma doação, mas não foi possível realizá-la, devido ao fato de ter feito uma tatuagem nos últimos 12 meses anteriores à doação.
Confesso que, no momento em que a atendente me disse que não poderia realizar a doação, devido a esse critério, me senti frustrada e uma pessoa totalmente desinformada. Na hora, a única coisa que fiz foi me questionar: Como coloco-me à disposição para realizar doação e nem mesmo procuro saber sobre os critérios necessários para realizá-la?
Ao sair do local, recordo-me que entrei na internet e pesquisei sobre os tais critérios e em menos de 10 minutos pude ter conhecimento de todos eles. No momento, novamente, me senti a pessoa mais desinformada do planeta e tornei a me questionar: “custava ter me informado a respeito dos critérios?”.
Após isso, novos e-mails solicitando doações foram chegando e, dentro do possível, sempre procurei realizá-las. Para a minha alegria, todas foram bem- sucedidas, haja vista que, agora, eu já era uma pessoa informada e conhecedora dos tais critérios. Porém, nesses dias, não foram os e-mails que me fizeram lembrar a respeito de doações de sangue. O que me fez recordá-las foi o conhecimento da informação de que no dia 25 de novembro é celebrado o “Dia Nacional do Doador de Sangue”.
E, ao atentar-me para essa data, comecei a refletir sobre esse gesto nobre e uma única pessoa veio à minha mente: Jesus. Lembrei-me do seu sacrifício na cruz e do seu sangue derramado por nós pecadores. Também constatei o quanto realmente é importante celebrarmos esse dia.
Pensei! Certamente temos que comemorá-la e, sem sombra de dúvida, Jesus deve ser lembrado. Cristo não só tinha o sangue universal, mas também foi o doador universal. Seu sacrifício na cruz está totalmente inserido no contexto dessa celebração. Ele, sim, é e deve ser o grande homenageado.
Ainda, em meio aos meus pensamentos, concluí que o sangue de Cristo jamais seria rejeitado por nenhum critério para se realizar doação. Seu sangue é puro; capaz de curar enfermidades. Ele não só restaura e salva, mas é a própria vida. Ele também está disponível no banco de sangue para qualquer um que desejá-lo, pois não faz acepção de pessoas. Seu sangue não quer apenas beneficiar um amigo, um familiar ou um conhecido, mas toda a humanidade, ainda que esta muitas vezes o rejeite.
Por isso, não perca tempo! Corra até um banco de sangue e se beneficie do sangue de Cristo. Você não precisará de muitos mls, pois apenas uma gota do sangue de Jesus já será o suficiente para restaurar sua vida. Seu organismo será renovado e dele fluirão rios de água viva.
Um dia, muitos terão necessidade desse sangue, mas infelizmente já não o encontrarão. Ele não mais estará disponível no estoque. Sendo assim, vá enquanto você ainda pode achá-lo.
Fotos: Internet
:: Cristiane Soares
Lagoinha.com

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?