segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Afinal, o Que é Ser Pentecostal?

COMPARTILHE


Segundo Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pentecostalismo é um movimento de renovação de dentro do cristianismo, que coloca ênfase especial em uma experiência direta e pessoal de Deus através do Batismo no Espírito Santo. O termo Pentecostal é derivado Pentecostes, um termo grego que descreve a festa judaica das semanas. Para os cristãos, este evento comemora a descida do Espírito Santo sobre os seguidores de Jesus Cristo, conforme descrito no Livro de Atos, Capítulo 2. Pentecostais tendem a ver que seu movimento reflete o mesmo tipo de poder espiritual, estilo  de adoração e ensinamentos que foram encontrados na Igreja primitiva.

O pentecostalismo é um termo amplo que inclui uma vasta gama de diferentes perspectivas teológicas e organizacionais. Como resultado, não existe nenhuma organização central ou igreja que dirige o movimento. Os pentecostais podem ser inseridos em mais de um grupo cristão, indo do trinitariano até o não-trinitariano.

Segundo Daniel Alves Pena.
Na verdade o chamado dia de Pentecostes vem da festa das semanas ou festa das primícias, era uma festa agrícola onde cada um antes de usufruir de sua colheita deveria trazer ao sacerdote o primeiro molho e apresentar ao Senhor, esse molho era mexido e queimado como oferta pela benção do plantio e colheita.
A festa era realizada entre maio e junho, pois eram os meses que não choviam em Israel.
O nome pentecostes tem origem no nome (50 dias após) isso deu origem ao nome grego pentecostes. Troca-se o nome, muda a forma e perde-se o original e assim transformaram o dia da entrega das primícias em fogo, poder e por ai vai – Terra!

A festa era realizada nas áreas de colheita e no ano VII a.c, foi levada para Jerusalém pelo rei Josias.
Em Atos capitulo 2 Jesus apresentou a primicia de sua colheita, os discípulos.

Entendendo melhor.Deuteronômio 16.9-12
9 Sete semanas contarás; desde que a foice começar na seara iniciarás a contar as sete semanas.
10 Depois celebrarás a festa das semanas ao SENHOR teu Deus; o que deres será oferta voluntária da tua mão, segundo o SENHOR teu Deus te houver abençoado.
11 E te alegrarás perante o SENHOR teu Deus, tu, e teu filho, e tua filha, e o teu servo, e a tua serva, e o levita que está dentro das tuas portas, e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão no meio de ti, no lugar que o SENHOR teu Deus escolher para ali fazer habitar o seu nome.
12 E lembrar-te-ás de que foste servo no Egito; e guardarás estes estatutos, e os cumprirás.


Êxodo 23.14-16
14 Três vezes no ano me celebrareis festa.
15 A festa dos pães ázimos guardarás; sete dias comerás pães ázimos, como te tenho ordenado, ao tempo apontado no mês de Abibe; porque nele saíste do Egito; e ninguém apareça vazio perante mim;
16 E a festa da sega dos primeiros frutos do teu trabalho, que houveres semeado no campo, e a festa da colheita, à saída do ano, quando tiveres colhido do campo o teu trabalho.


Êxodo 34.22
22 Também guardarás a festa das semanas, que é a festa das primícias da sega do trigo, e a festa da colheita no fim do ano.


Levíticos 23.9-14
9 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
10 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando houverdes entrado na terra, que vos hei de dar, e fizerdes a sua colheita, então trareis um molho das primícias da vossa sega ao sacerdote;
11 E ele moverá o molho perante o SENHOR, para que sejais aceitos; no dia seguinte ao sábado o sacerdote o moverá.
12 E no dia em que moverdes o molho, preparareis um cordeiro sem defeito, de um ano, em holocausto ao SENHOR,
13 E a sua oferta de alimentos, será de duas dízimas de flor de farinha, amassada com azeite, para oferta queimada em cheiro suave ao Senhor, e a sua libação será de vinho, um quarto de him.
14 E não comereis pão, nem trigo tostado, nem espigas verdes, até aquele mesmo dia em que trouxerdes a oferta do vosso Deus; estatuto perpétuo é por vossas gerações, em todas as vossas habitações.


A foice lançada contra as espigas – Deuteronômio 16.9
Reunião de todos – Deuteronômio 16.11
Proibido usufruir da colheita antes da entrega dos molhos – Leviticos 23.14


Em atos 2
1 E, CUMPRINDO-SE o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
2 E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
3 E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
4 E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.


Todos reunidos
Reunião de todos – Deuteronômio 16.11, compare com Atos 2.1


Mover os molhos, queimar, onde teríamos fumaça e palha em chamas sobrevoando o local (línguas de fogo)Levíticos 23.9-14
9 E falou o Senhor a Moisés, dizendo:
10 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando houverdes entrado na terra, que vos hei de dar, e fizerdes a sua colheita, então trareis um molho das primícias da vossa sega ao sacerdote; 11 E ele moverá o molho perante o SENHOR, para que sejais aceitos; no dia seguinte ao sábado o sacerdote o moverá. (compare com Atos 2.3)

Ou seja, entre maio e junho cada cristão deveria apresentar os frutos de sua colheita na pregação do evangelho e não esperar o poder. Você é Pentecostal? Cadê os Molhos (Almas Granjeadas)

Estudo retirado do site Gospel Mais, próxima semana está de volta a coluna Eu sou Pentecostal

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?