sábado, 21 de setembro de 2013

,

A coragem de crer em Deus.

COMPARTILHE

 
 Jó 12-14
Após fazer a experiência da angústia mais profunda, Jó começa a ser erguer para a vida, com uma percepção mais clara acerca da soberania de Deus. Esse processo gerou na consciência de Jó uma des-construção de todo edifício doutrinário que ele recebeu pela via da tradição. O fato é que depois do evento da angustia, a lente da doutrina da retribuição perdeu o sentido mais radical na organização do mundo de Jó.
Nos mostra que Jó teve uma grande coragem para continuar crendo em Deus.

I.   Jó teve a coragem de crer somente em Deus contra toda a sabedoria do mundo.

O capítulo 12 do livro Jó, marca o início de um novo diálogo entre Jó e seus amigos. Em cada nova rodada de debates, Jó abre ainda mais o seu coração diante dos seus espectadores. E o que nos surpreende, é que mesmo com toda a carga de pressão emocional, psicológica e física, o sofredor Jó se ergue do Montoro com um espírito de confiança corajosa diante de Deus e dos homens.

“Então, Jó respondeu: Na verdade, vós sois o povo, e convosco morrerá a sabedoria. Também eu tenho entendimento como vós; eu não vos sou inferior; quem não sabe coisas como essas?” (Jó 12:1-3, RA) 

      II.   Jó teve a coragem de crer em Deus para encontrar uma nova forma de viver.

Após a experiência da angústia a vida Jó nunca mais seria a mesma. A percepção nítida do governo absoluto de Deus abalou de maneira irreversível a cosmo-visão de Jó quanto à sabedoria fornecida pelos teólogos da retribuição, ao ponto dele dizer:“Eis que tudo isso viram os meus olhos, e os meus ouvidos o ouviram e entenderam. Como vós o sabeis, também eu o sei; não vos sou inferior. Mas falarei ao Todo-poderoso e quero defender-me perante Deus. Vós, porém, besuntais a verdade com mentiras e vós todos sois médicos que não valem nada.” (Jó 13:1-4, RA)  E no outro momento também afirma: “As vossas máximas são como provérbios de cinza, os vossos baluartes, baluartes de barro.” (Jó 13:12, RA).

“Tomarei a minha carne nos meus dentes e porei a vida na minha mão. Eis que me matará, já não tenho esperança; contudo, defenderei o meu procedimento. Também isto será a minha salvação, o fato de o ímpio não vir perante ele. Atentai para as minhas razões e dai ouvidos à minha exposição. Tenho já bem encaminhada minha causa e estou certo de que serei justificado.” (Jó 13:14-18, RA) 

Hoje se fala muito na coragem de ser aquilo que você quer ser. A bíblia, através do testemunho da vida de Jó nos ensina o quanto precisamos ter a coragem de crer em Deus. É quando temos a coragem de crer no Soberano Deus o sentido da vida salta aos nossos olhos, invade nossa existência em forma de decisões concretas quanto a romper com velhas amarras. A vida passa a fazer sentido quando nada mais nos interessa a não ser a voz de Deus. O mundo ganha contornos do tamanho da esperança, desde o momento em que desesperamos de nossas forças, para aguardar por um tempo novo vindo do trono de Deus.
Aplicação
Você já parou para pensar naquilo que o Senhor está des-montando em sua vida? Você precisa de uma nova direção para viver? O que você faz para superar os pensamentos negativos?
Lembre-se: O necessitado não será para sempre esquecido, e a esperança dos aflitos não se há de frustrar perpetuamente.” (Salmos 9:18, RA)

Por:Rafael.

 


 

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?