terça-feira, 27 de agosto de 2013

, ,

Porta dos Fundos publica vídeo-resposta ao pastor Marco Feliciano e afirma ser sobre um “ex ser humano”.

COMPARTILHE

Depois da polêmica gerada pelas críticas do deputado e pastor Marco Feliciano (PCS-SP), ao vídeo “Oh, Meu Deus”, a produtora de vídeos Porta dos Fundos publicou um vídeo ironizando o parlamentar.
Com o título “Deputado”, a esquete publicada pelo grupo de humoristas nessa segunda feira mostra uma reunião entre um deputado e um grupo de assessores em busca de novas formas de criar polêmicas para chamar atenção da mídia.
- Estou fora da mídia há um tempo, tem três semanas que ninguém fala mais em mim, eu tô querendo voltar pra mídia, como é que faz? – questiona o deputado, interpretado por Luis Lobianco, no início do vídeo.
Ao longo da reunião, os assessores, interpretados por Antônio Tabet, Fabio Porchat e Rafael Infante, fazem uma série de sugestões de temas polêmicos ao deputado incluindo temas como homossexualismo, a cantora de funk Anita, o nazismo, AIDS, e negros. Diante dos temas, o deputado escolhe aqueles que julga serem mais polêmicos, e pede para que um de seus assessores publique mensagens no Twitter sobre o tema.
- O nazismo teve seus benefícios. #prontofalei – sugere o suposto deputado, que pede também para o assessor tuitar a frase “A AIDS foi providência divina”, e pede para gravarem um culto em que irá falar mal do papa para que o vídeo seja publicado na internet.
Apesar de não citar o nome do deputado, o vídeo faz referências diretas a Marco Feliciano, incluindo piadas sobre recentes polêmicas nas quais o deputado esteve envolvido. No making of do esquete, Lobianco descreve seu personagem como “um deputado pastor, que faz chapinha, e que é fundamentalista, que é preconceituoso, que é intolerante”.
- Tirem suas conclusões – afirma o ator, depois de descrever seu personagem. Lobianco diz ainda que o vídeo é uma “homenagem ao Canal Senado” e que foi “convocado a partir do que está acontecendo nas redes sociais e nos jornais”.
- Muita gente vai assistir e vai identificar os absurdos que acontecem no Brasil – completou o ator.
Fabio Porchat, fundador do Porta dos Fundos, afirma que não se trata de um vídeo resposta, mas de um vídeo “para falar desse pessoal que quer estar na mídia”.
- Esse pessoal que pega assunto e surge do nada, esse pessoal que sempre quis ser ex-BBB – completa Porchat, que conclui classificando o alvo de seu vídeo como um “ex-ser humano”.
Assista ao vídeo:
 O conteúdo abaixo pode ser considerado ofensivo. 




Assista ao Making of:
 

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?