quinta-feira, 12 de junho de 2014

Quem se precipita na vida sentimental acaba se frustrando.

COMPARTILHE

Muita gente tem se precipitado no que diz respeito à vida sentimental e, consequentemente, se frustrado. A falta de sabedoria faz com que muitos não consigam enxergar o que Deus tem preparado para eles, deixando as emoções dominarem suas atitudes.
Em seu blog, a escritora Cristiane Cardoso abordou uma história que mostra que aqueles que dão ouvidos à voz de Deus conseguem ter êxito nessa área de suas vidas, mesmo quando o relacionamento é à distância, como foi o caso da jovem Marelis.
“Eu estava como obreira havia pouco tempo e vivia uma experiência única de encontrar um Deus tão maravilhoso, que havia preenchido minha alma e me dado o maior presente: a minha salvação. Estava em total lua-de-mel com Deus e dizia que não precisava de ninguém, pois já me sentia realizada”, lembra Marelis.
Um determinado dia, ela recebeu uma ligação de um bispo que havia passado em sua igreja, mas que estava em outro local. Ele falou que procurava uma mulher de Deus para conhecer um pastor que havia passado por muitas lutas, mas permanecido fiel.
“Ele me perguntou se eu estaria interessada em conversar com ele. Nesse momento, tive que pensar rápido. Apesar de não estar buscando um namorado, não queria rejeitar uma benção vinda de Deus, o que me fez dizer sim”, lembra.
Marelis não sabia nada sobre o pastor, mas o que ouviu a respeito dele chamou sua atenção e, em poucos dias, eles passaram a se corresponder e se conhecer à distância. Ambos estavam nos Estados Unidos. Ela morava em Miami, ele em Nova Jersey.
“Comecei a minha guerra em oração pela minha vida sentimental. Não queria ser enganada nem me deixar levar pelo meu coração. Apesar de ter tido a certeza de que ele era a pessoa que Deus tinha preparado para mim, não abri mão de orar até o momento de subir ao altar”, conta Marelis, que falava com Deus da seguinte forma: “Se essa união não vem de Ti, então faça com que algo aconteça e não permita que a gente venha se casar.”
O tempo era curto para os dois, já que ele tinha as responsabilidades de pastor e ela trabalhava voluntariamente na igreja em tempo integral. Mesmo assim, ele ligava para Marelis todos os dias.
“Conversávamos bastante sobre diversos assuntos. Foi um período de descobertas e de provas. Assim como ele estava atento para conhecer o meu caráter, eu também avaliava tudo o que ele me dizia, para ter o máximo de certeza de que ele realmente era um homem de Deus”, ressalta.
Confirmação que faltava
Após 3 semanas de contato por telefone, Marelis viajou para Nova Jersey para conhecer o seu pretendente pessoalmente. “Foi a confirmação que faltava. Nós nos encaixamos, como costumam dizer quando duas pessoas se conhecem e têm a certeza de ter encontrado a sua cara-metade. Já tinha me encantado pelo seu caráter e nesse dia me encantei pelo conjunto completo”, revela.
Apesar de ter sido bastante criteriosa, Marelis disse que não se ateve a picuinhas nem se preocupou tanto com a aparência do pastor. “Já vi obreiras rejeitarem um homem de Deus só porque ele não tinha o perfil físico que elas idealizavam em seus sonhos. Outras escolheram tanto, mas não tiveram olhos espirituais e acabaram caindo numa cilada. A parte física é sim importante, mas não é a principal. Se for de Deus, não haverá dúvidas”, garante.
O casal ficou noivo e firmou o compromisso de subir ao altar depois de um determinado período. Não havia uma data específica, portanto, eles continuaram orando e fazendo propósitos para que Deus fizesse a Sua vontade na vida deles.
Controlando a ansiedade
“Nesse tempo, a saudade apertava forte e nós continuávamos conversando por telefone. A melhor maneira que encontrei para lidar com a ansiedade que quis aparecer nessa hora foi me dedicando ainda mais às almas. Não ficava parada sonhando acordada. Estava sempre fazendo algo para Deus, ocupando minha mente e me preparando espiritualmente para essa grande responsabilidade de servir a Deus no altar”, relata Marelis.
Para ela, além de casar, o matrimônio iria possibilitar a concretização de um grande sonho de fazer a obra de Deus no altar. “Que trabalho mais nobre e gratificante que esse pode existir na face da Terra? Deus honrou a sinceridade do nosso coração e a nossa fé e em pouco tempo recebemos autorização para marcar a data do nosso casamento”, conta Marelis.
Hoje, juntos há 11 anos, o casal vê o amor entre ambos crescer a cada dia. “Temos a plena consciência de que só somos assim tão felizes porque Deus foi e segue sendo o primeiro em nossas vidas. Ele é a cola que nos une e sem Ele nada disso seria possível. Quando o desejo de uma jovem é realmente o de agradar e servir a Deus de verdade, Ele vai guiá-la à pessoa certa, que tenha esse mesmo objetivo”, atesta.
Marelis faz um alerta a todos que querem ser felizes na vida sentimental. “É certo que o diabo tentará impedir e até enviar pessoas erradas para confundi-lo. Quem é espiritual saberá discernir o que vem de Deus e o que não vem”, conclui.

Arca Universal / Portal Padom

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?