segunda-feira, 24 de agosto de 2015

,

Temperança: o autocontrole pelo Espírito Santo.

COMPARTILHE
Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei” (Gl 5.22,23). Nesta última reflexão sobre o Fruto do Espírito Santo, analisaremos a temperança, atributo essencial para a vida diária do cristão em seu aspecto espiritual e nos seus relacionamentos interpessoais.
A temperança é o domínio próprio das paixões, desejos ou impulsos da natureza humana. Pode ser traduzido também como a autodisciplina, o controle sobre a vontade e a força da mente guiada por Cristo sobre as inclinações naturais. Um cristão sóbrio possui, pelo Espírito Santo, a capacidade de controlar ou equilibrar suas ações e emoções. Esta sobriedade é característica de um crente maduro e que tem sua vida guiada pelos parâmetros da Palavra de Deus (I Pe 4.2).
A atuação da temperança no nosso viver diário é resultado de um árduo e diligente exercício em nossa personalidade. É a submissão de nossos caprichos à vontade do Espírito de Deus, de nosso temperamento às orientações divinas e o amoldamento de nossa natureza carnal aos padrões divinos de comportamento (Tt 2.12).
Portanto, irmãos, que o Senhor nosso Deus nos ajude a viver com intensidade o Fruto do Espírito Santo, revelando a influência abençoadora de Deus em nosso caráter.
“Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade; Aprovando o que é agradável ao Senhor”  (Ef 5.9,10).
Pr. Ailton José Alves

0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Você se sente acolhido pela congregação que faz parte?