terça-feira, 1 de abril de 2014

COMO ENTENDER O QUE DEUS TEM ME FALADO?


Olá queridos e queridas!
O post de hoje será longo, mas com um conteúdo que eu considero muito precioso!!!
Muitas pessoas tem compartilhado que tomam a decisão de esperar, se comprometem a orar pedindo que Deus mostre quem é a pessoa que Ele tem separado pra elas, mas quando começam a se relacionar alguma coisa acaba dando errado, e então vem a frustração: “Mas eu queria fazer a vontade de Deus, eu orei, eu esperei. Por que deu errado? Será que eu não consigo ouvir a Deus???”
Na verdade tenho respondido que cada vez que nos relacionamos com alguém, passamos por alegrias, mas também estamos sujeitos a passar por tristezas e problemas.
Mesmo que tenhamos seguido a direção que Deus nos deu, o relacionamento é feito de pessoas que erram e acertam, que tem qualidades e defeitos, que podem pecar, e podem se desviar da vontade de Deus no meio do caminho.
Por isso, mesmo que as coisas tenham começado no prumo, não significa que durante a caminhada não possa haver um desvio, que talvez até possa levar ao fim do relacionamento. Isso porque em algum momento nós nos distraímos tanto com o próprio relacionamento, ou outras coisas que nos rodeiam que deixamos de lado o que era mais importante: buscar sempre conhecer a Deus, ouvir a Sua voz e descobrir a Sua vontade, seja antes ou durante um relacionamento.
Enfim, gostaria de compartilhar com vocês alguns passos que considero muito importantes e que podem nos ajudar a andar de acordo com a vontade de Deus em toda as áreas da nossa vida, inclusive antes do início de um relacionamento e também enquanto nos relacionamos:
1º) Busque acompanhamento e discipulado:
Durante a minha caminhada cristã, aprendi que não é bom andarmos sozinhos(as).
Quando recebemos a Jesus, Ele nos dá o privilégio de podermos ser parte de Sua grande família! E isso é real, não é só uma coisa bonita de dizer. Jesus realmente espera que nós criemos um relacionamento de família com os nossos irmãos em Cristo, pois Jesus se manifesta através dos irmãos que são a Sua igreja.
Sendo assim, quando compartilhamos as situações que temos vivido com nossos irmãos, eles podem nos ajudar a buscar a vontade de Deus sobre aquela situação. O que estou querendo dizer é que é bom que você procure aprofundar relacionamentos com seus amigos e amigas convertidos e com pessoas maduras da sua congregação em quem você confia. Assim, você poderá compartilhar as coisas que tem vivido, dividir suas dificuldades e dúvidas, pedir conselho, receber oração, confessar pecados, ser perdoado(a) e curado(a).
Essa é uma estratégia bíblica que eu pretendo obedecer para o resto da minha vida. Na Bíblia, nenhum dos discípulos de Jesus andava sozinho, eles sempre andavam acompanhados. Sei que Jesus se manifesta na vida dos meus irmãos, e para mim é muito bom poder submeter minha vida a eles e confiar que posso contar com eles nas situações que tenho vivido. Sei que eles me amam em Jesus, e sei que quando tenho dificuldades, dúvidas, ou quando preciso tomar decisões, posso ouvir Jesus através deles e me submeter a Jesus, me submetendo aos meus irmãos. E eu posso te garantir que é muito mais fácil se posicionar na espera se você contar com a ajuda de irmãos(ãs) que te dêem suporte nesse escolha. Se você está acompanhado(a) de irmãos(ãs) maduros(as) e sábios(as) que te ajudem a conhecer a vontade de Deus, você poderá contar com os conselhos, orações e palavras de sabedoria desses irmãos(ãs) quando estiver pretendendo iniciar um relacionamento. Você precisará confiar que Deus usa a vida deles para cuidar de você, se submetendo à direção que Deus te der através dos seus discipuladores, porque quando estamos apaixonados(as), a voz de Deus é facilmente deturpada por nosso coração enganoso.
2º) Confie na manifestação de Deus através da vida dos seus pais e discipuladores/líderes:
Quando comecei a namorar com meu primeiro namorado, que hoje é meu marido, eu tinha uma certeza: só começaria a me relacionar com ele se meus pais aprovassem o início do relacionamento. E ainda, durante o namoro eu estava disposta a terminar o namoro, se meus pais me dissessem que não concordavam com o relacionamento.
Acredito que Deus coloca nossos pais como autoridades na nossa vida, e além deles, acredito também que nossos discipuladores são autoridades espirituais que o Senhor nos dá para nos auxiliar na caminhada (e ainda mais se nossos pais carnais não são convertidos e não dão importância para essa questão da espera pela vontade de Deus).
Sendo assim, somos sábios(as) quando decidimos obedecer às autoridades que Deus coloca sobre nós. Por isso, acredito ser muito importante a benção de nossos pais e líderes espirituais quando pretendemos começar um relacionamento. Iniciar um relacionamento contra a vontade dessas autoridades pode nos levar a aprender por meio do sofrimento alguma coisa que não precisaríamos sofrer se tivéssemos obedecido.
3º) Cultivar a amizade antes de qualquer envolvimento sentimental maior: 
Quando estamos apaixonados(as) por alguém procuramos fazer de tudo para sermos correspondidos(as) pela pessoa “amada”. Fazemos de tudo para agradá-la, algumas vezes fazemos até coisas que não gostamos muito de fazer só para estar perto da pessoa querida, ou para fazê-la feliz.
Sem perceber, procuramos também mostrar somente as nossas boas características, pois esperamos que a pessoa por quem estamos apaixonados(as) goste de nós tenha uma boa imagem a nosso respeito – não queremos que ela perceba os nossos defeitos. Por outro lado, também passamos a ver apenas as boas características da pessoa por quem estamos apaixonados(as), de forma que ficamos até um pouco cegos(as), e chegamos a transformar até os seus defeitos em qualidades.
Uma outra coisa que acontece quando estamos apaixonadas é que acabamos acreditando que a paixão será capaz de superar qualquer divergência que tivermos com a pessoa querida.
Por todas essas coisas, seria bom que nós nos relacionássemos com alguém com quem já cultivamos uma amizade anteriormente (isso não é uma regra, mas quando acontece ajuda muito); pois através de uma amizade desinteressada (sentimentalmente) nós temos mais chance de conhecer ao outro, descobrindo afinidades e observando os defeitos e incompatibilidades, que a “venda da paixão” não nos permite enxergar.
Com isso tudo, quero incentivar vocês a buscar crescer em intimidade com o Senhor, conhecer o coração dEle. O Senhor tem ciúmes de nós, Ele deseja ser nosso amigo íntimo, Ele deseja que a gente tenha prazer de estar com Ele, assim como Ele ama estar com a gente. Ele não nos criou só para vivermos a vida como queremos nessa terra, Ele nos criou porque Ele queria se relacionar com a gente, Ele sonhava em ser nosso amigo, e Ele quer nos guiar na nossa caminhada.
Salmos 37:4 diz “Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração”.
Quando ficamos satisfeitos(as) no Senhor, Ele provê todas as nossas necessidades.
Ele conhece melhor do que nós mesmos(as) o que nós precisamos.
Quando você busca a sua satisfação em Deus, Ele satisfaz os desejos do seu coração, pois quando nos aproximamos dEle começamos a desejar o que Ele deseja.
Sigam amando cada dia mais a Jesus e buscando obedecer a Sua vontade!
Até quarta que vem!
Stéphanie Vieira
Coordenadora EEE
Meu Facebook
Contato: stephanie@euescolhiesperar.com
Eu escolhi Esperar

SOBRE O AUTOR

Geração Jovem

Colunista & Editor

Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido [...]" 1 Pedro 2:9a.

Postar um comentário

 
Geração Jovem - Site Oficial © 2017 - Vamos Mudar o Mundo. Todos os direitos Reservados - Fornecido por CC
PageRank