quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

,

Para cansados e desanimados.

COMPARTILHE
Fala galera, tudo bem??
Estamos no inicio do ano de 2015! E os dias parece que está voando... Mas ainda dá tempo para fazer o que se planejou e hoje venho escrever sobre algo que pode nos impedir de agir e também nos faz desistir de coisas: o cansaço e o desânimo!
Gerei este estudo a partir de uma pregação na minha Igreja de um amigo-irmão muuuuito abençoado, o Samuel Munhoz. O cara é fera na Palavra e tem um excelente testemunho de vida, ele se dedica em média 3 horas diárias na leitura e entendimento da Palavra e também trabalha, é noivo, está planejando casamento… Sim ele consegue fazer tudo isso e realmente é um exemplo para mim e para outros cristãos. Depois da pregação dele houve um mover bem intenso do Espírito Santo no grupo de Jovens! Espero que o mesmo te alcance e que Deus te anime!
Bom, vamos ao estudo então!
Hoje em dia vemos muitos cristãos desanimando e desistindo dos seus chamados e da caminhada cristã. Mas por que as pessoas desanimam ou desistem disso?

Alguns possíveis motivos são:
  • Perseguição?
Alguns podem falar que a perseguição é um motivo de parar a caminhada cristã. Mas historicamente ela só aumentou a força da igreja. Então não é bem um motivo de fazer alguém desanimar.
  • Pecado?
O pecado tem sim parte da culpa de fazer as pessoas desistirem do seu chamado, mas não é só isso, porque Deus é misericordioso e Ele perdoa nossas culpas.

Hoje talvez os principais motivos que levam alguém a desistir são o cansaço, desânimo e a frustração.
Estes três são tão fortes que afetaram até o apóstolo Paulo e hoje vamos como ele reagiu quando a frustração e o desânimo bateram na porta dele.


“Ora, quando cheguei a Trôade para pregar o evangelho de Cristo e abrindo-se-me uma porta no Senhor, não tive descanso no meu espírito, porque não achei ali meu irmão Tito; mas, despedindo-me deles, parti para a Macedônia.” 2 Coríntios 2:12-13
Talvez você não entenda o título do texto com este versículo, mas ele é um ótimo exemplo. Vamos então ao contexto do texto.
Paulo escreveu este texto para Corínto e esta cidade era rica, materialista, com muito entretenimento e moralmente corrompida. Na cidade também havia o templo de Afrodite com mais de 1.000 profetisas que se davam em sexo dizendo que as pessoas teriam relação com os deuses.
Paulo chegou neste cenário totalmente contrário para a implantação do evangelho. Mas mesmo assim, após 18 meses ele conseguiu através de evangelismos e pregações gerar uma igreja em Corinto, e ele só conseguiu porque não o fez com sabedoria humana, mas com demonstrações de Espírito e poder de Deus. Além disso Paulo trabalhou para não ser pesado para ninguém!
Quando Paulo foi para Éfeso recebeu notícias de que o povo de Corinto estava se envolvendo com falsos cristãos e que os cristãos locais começaram a fazer facções dentro da Igreja. Também a Igreja de lá tinha muitas dúvidas sobre dons, casamento e vida com Deus e por isso ele escreveu as cartas e enviou a eles sanando as dúvidas.
Os falsos mestres de Corinto ficaram falando mentiras sobre Paulo, eles diziam que Paulo pregava para ficar rico, que era hipócrita, que não vivia o que pregava, que era mentiroso… Quando Paulo soube isso ele viajou de volta para Corinto para se defender. Ele mesmo chamou esta viagem como a “viagem dolorosa”, porque a Igreja de Corinto, que ele havia investido tanto tempo e oração, não o defendeu e não se posicionou contra os falsos mestres.
Após isso Paulo volta para Éfeso e escreve uma carta chamada “carta severa ou dolorosa” que pediu Tito entregar em Corinto explicando como seria o fim dos falsos mestres e que a Igreja deveria se arrepender. Tito levou a carta para a Igreja e Paulo foi para Trôade que era o lugar marcado com Tito para receber a resposta. Paulo estava muito preocupado e com expectativas sobre o resultado da carta, mas Tito não veio e Paulo chateado foi embora.
Paulo estava muito decepcionado com as pessoas de Corinto, pois havia investido tanto tempo e oração e sem retorno algum, também estava tão chateado que isso o fez não evangelizar em Trôade para ir embora.
Com certeza hoje existem pessoas que estão entristecidas com situações, pessoas, escândalos dentro da Igreja… E essas pessoas podem estar fracas na fé e desanimadas no seu chamado.
Sim, é verdade que colocamos altas expectativas em líderes e pastores e quando essas pessoas erram geram frustrações que trazem desânimo, mas precisamos nos lembrar que eles são pessoas como nós e passíveis de erro como qualquer um.
Bom querido(a),
Creio que você já entendeu o motivo deste post: te animar a continuar na caminhada e passar por cima das frustrações! Sabe o que ajudou Paulo a continuar? Lembrar de que Cristo nos faz triunfar! Veja a continuação do mesmo texto:
“E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento.” 2 Coríntios 2:14
Paulo não desistiu e a partir de Trôade ele continuou levando o evangelho para o mundo.

Portanto, se você está cansado(a) ou desanimado(a) por alguma situação em sua Igreja, peço que você não desista do seu chamado e não desista de caminhar na fé!
Lembre-se de para Quem você realmente faz as coisas e onde você vai morar quando esta vida acabar!
Lembre-se de que Cristo deu a vida dEle por você e que Ele escolheu confiar em mim e em você para uma boa obra!
Lembre-se de que Jesus está conosco até o fim dos dias, como Ele mesmo prometeu!
Lembre-se de que você não está sozinho na caminhada, existem muitos irmãos que estão sofrendo igual ou mais que você, mas eles continuam caminhando!
Lembre-se de quem você era e de quem é agora, de onde Jesus te tirou e para onde ele irá te levar!!!


Em resumo, acho mesmo que você e eu temos motivos de sobra pra continuar a caminhada e não desistir! Façamos isso então!
Que Deus te abençoe poderosamente e te ajude na sua caminhada!
Com amor. Não Morda a Maçã.



0 comentários:

Postar um comentário

FALE CONOSCO

Nome E-mail * Mensagem *

Se Jesus voltasse hoje você subiria?